Teste Fanático: ASUS ZenFone 3

Teste Fanático: ASUS ZenFone 3

O ZenFone 3 chegou! O aparelho foi lançado oficialmente pela ASUS no Brasil e já temos a análise do novo smartphone pra vocês. Acomode-se e aperte o play.

 

Design

O design do Zenfone 3 passou por uma grande mudança. Agora, os círculos concêntricos estão na parte de trás do aparelho, deixando o Zenfone 3 mais bonito. E tanto a traseira quanto a parte da frente são protegidas pelo vidro Gorilla Glass 2.5D. Esse vidro vem com uma leve curvatura nas extremidades que protege as bordas e deixa o aparelho ainda mais resistente. Sabe aquela história de que quando o aparelho cai de quina no chão é mais fácil que a tela quebre? Então, a ideia do gorilla glass 2.5D é evitar que isso aconteça, com essa curvatura nas bordas. Mas mesmo assim, é sempre bom ressaltar que o aparelho não fica imune a quedas, ok? Então o mínimo de cuidado é sempre bom, até pra não maltratar o design que tá bonitão.

zenfone-3-camera

E o processo de construção do Zenfone 3 é bem interessante. Essa parte que a gente vê aqui em volta do smartphone é a parte externa de uma peça única de metal que foi lapidada até ganhar forma e servir de base pro Zenfone 3. Pra fazer o acabamento, essa parte passa por um processo de jateamento, que raspa a superfície do metal e, depois, ela passa também por um processo anticorrosivo que cria uma camada protetora na peça. Todas essas etapas explicam bem o que nós vemos ao usar o Zenfone 3. O metal é resistente e não descasca.

E outro detalhe que ajuda a deixar o aparelho mais bonito é o acabamento em diamond-cut em ambos os lados da moldura e nos anéis da câmera e do leitor de digitais.

Nós temos aqui, ainda, a entrada pra fone de ouvido na parte de cima, os botões de volume e desligar na lateral e, embaixo, o alto-falante e a entrada pro cabo USB tipo-C.

USB tipo-c e leitor de digitais

Falando no USB tipo-C, ele é uma das grandes novidades do Zenfone 3. O diferencial dessa nova entrada é que ela é reversível e permite conectar em qualquer posição. A gente não corre mais o risco de colocar do lado errado. Além disso, o USB tipo-C é 10x mais rápido que o padrão USB 2.0 convencional. Então a transferência de arquivo e de energia, vai ser mais rápida.

zenfone-3-entrada-usb usb-tipo-c

E a segunda novidade é o leitor de impressão digital na parte de trás do Zenfone 3 que se mostrou muito eficiente. Ele desbloqueia o aparelho de forma fácil e rápida e é capaz de reconhecer até cinco dedos em 360°. E ele não serve só pra desbloquear o aparelho. O sensor funciona também com outros aplicativos que pedem senha, como apps de bancos por exemplo. Além disso, você pode configurar para abrir a câmera quando tocar duas vezes seguidas.

zenfone-detalhe-circulos

Tela

Vamos falar agora sobre a tela do Zenfone 3. Antes de tudo, é bom lembrar que o Zenfone 3 está disponível em tamanhos de 5,5 e 5,2 polegadas. Esse que eu tenho aqui é o de 5,5. Nós temos aqui uma tela LED Super IPS com resolução Full HD e brilho de até 600 nits. Esse conjunto de especificações entrega imagens de altíssima qualidade em cores, nitidez e luminosidade. Além disso, ela traz um filtro de luz azul que ajuda a reduzir o cansaço dos olhos e proporciona uma experiência mais confortável ao usar o aparelho.

zenfone-3-aberta-3

Então você pode usar o Zenfone 3 pra assistir a filmes por bastante tempo, jogar, usar as redes sociais e ter a certeza de que você vai ver tudo com muita nitidez, contraste… enfim, tudo na mais alta qualidade. Um teste legal que fizemos foi o uso em locais abertos, e ele se saiu muito bem, o conteúdo pode ser visto tranquilamente mesmo sob a luz do sol.

Uma característica que dá pra reparar de cara é que as bordas ficaram muito mais finas. A tela ocupa quase toda a parte frontal do aparelho. Em números, de acordo com as especificações do aparelho, a tela ocupa 77,3% aqui dessa parte frontal. Isso é bem legal, pois assim o ZenFone 3 tem uma tela grande, mas com um corpo menor! E a gente sabe que um aparelho menor fica mais confortável de segurar.

Câmera

Pra fotografar e filmar, o Zenfone 3 vem com câmera traseira de 16 megapixels. Essa câmera possui lente de seis elementos protegida por cristal safira pra que ela não arranhe e isso acabe interferindo na sua foto. E ela vem equipada com a tecnologia PixelMaster 3.0, que traz recursos bem interessantes pra melhorar a experiência de fotografar.

Uma delas é a tecnologia Autofoco Tritech. Ela é a responsável por fazer com que o foco da câmera seja bem rápido. A ASUS diz que esse foco acontece em cerca de 3 centésimos de segundo. E, de fato, é tão rápido que a gente nem percebe. O Zenfone 3 traz também foco laser que tem 3x mais alcance que a geração anterior. E usando essas tecnologias ele é capaz de entregar um autofoco contínuo, ou seja, ela consegue manter o foco mesmo em objetos distantes ou em movimento. Assim você não precisa fazer o foco de novo, cada vez que algo se move.

O Zenfone 3 também traz estabilização óptica e eletrônica pra evitar que as imagens saiam tremidas ou borradas. A estabilização óptica vai ser acionada ao fotografar. Ela traz um sistema de 4 eixos que detecta os movimentos e compensa aquela tremidinha que a mão dá enquanto você fotografa com outros 4 eixos. Então a gente tem aqui a compensação em oito direções.

E a estabilização eletrônica vai ser utilizada na hora de filmar. Com três eixos e compensação em seis direções, ela ignora bordas do vídeo que são criadas pelo movimento natural das mãos e mantém o centro do vídeo estável.

Falando nisso, o Zenfone 3 consegue filmar na resolução 4K, que é o equivalente a quatro vezes a resolução Full HD. Mas nessa resolução, eu percebi aqui, que não é possível filmar com estabilização eletrônica. Ela pode ser ativada até a resolução Full HD, a 30 frames por segundo.

A câmera do Zenfone 3 também traz os modos tradicionais de fotografia que já vimos nos outros modelos da linha. MAS eles estão aprimorados. Já que a câmera agora é de 16 megapixels, o modo Super Resolução consegue tirar fotos de até 64 megapixels. A gente tem também o HDR que exibe, agora, a imagem em tempo real e funciona, inclusive, em vídeos. Esse modo tem um botão fixo aqui na interface da câmera pra ficar mais fácil de acionar, desativar ou deixar no automático. Além disso, nos modos da câmera a gente tem o modo HDR Pro, que é ainda mais aprimorado, porém não pode ser usado com o modo manual, nem em vídeos.

E temos ainda o modo Pouca Luz que permite tirar fotos nítidas mesmo no escuro e agora, na terceira geração, com o auxílio da estabilização óptica.

Outra tecnologia presente aqui é chamada de Deep-Trench Isolation. Ela está incorporada no sensor da Sony que equipa a câmera do Zenfone 3. O que essa tecnologia faz é evitar que a luz capturada por um pixel interfira nos outros, evitando que as cores se misturem, sabe? Isso aumenta a fidelidade daquilo que a gente tá fotografando.

Tá, mas e as fotos, como ficam? O Zenfone 3 entrega de imagens com cores bem realistas, alto contraste e brilho. E é possível capturar o mínimo detalhe de uma foto. Tudo fica bem nítido, sem aquela aparência pixelada. E se você quiser arriscar a criar fotos como um profissional,pode usar o modo manual pra controlar cada detalhe da foto, como o foco, ISO, balanço de branco.

O modo manual permite também fazer longa exposição e criar imagens no estilo light painting. É comum vermos imagens desse tipo do trânsito, e aí ficam só as luzinhas do carro, ou do céu, e aí vemos o rastro das estrelas. O resultado fica muito legal.

E na hora de tirar selfies, o ZenFone 3 vem com câmera frontal de 8 megapixels e lente grande angular de 84º. Assim dá pra pegar mais do ambiente a sua volta.

Desempenho

Vamos falar agora sobre o desempenho do Zenfone 3. O processador desse aparelho aqui é o Snapdragon 625 de oito núcleos e frequência de 2GHz, da Qualcomm. Aliás, o Zenfone 3 foi um dos primeiros do mundo a ser apresentado com esse processador. Ele entrega alta performance em jogos e aplicativos mais pesados. Em nossos testes, o aparelho não apresentou lentidão nem travamentos. O que ajuda no alto desempenho é a construção desse chip. Ele vem com uma estrutura nova, chamada FinFET, de 14 nanômetros. Ela aumenta o desempenho em 50%, consumindo 35% menos energia.

A GPU do aparelho é uma Adreno 506. Então além de jogos sem travamentos, o visual deles vai ser muito bom, com uma boa qualidade gráfica. Ela é comparável à obtida em computadores desktops. Isso porque esse processador gráfico é capaz de reproduzir imagens complexas e realistas e tem suporte às APIs DirectX 12 e OpenGL 3.1.

O modelo que eu tenho aqui possui 4GB de memória RAM. Mas há versões com 3GB também. Essa memória RAM permite a rápida transição entre aplicativos e faz com que a inicialização deles também seja mais rápida. Então você não vai perder tempo esperando pra que as coisas funcionem no Zenfone 3.

zenfone-3-memoria-ram

Rápida também é a velocidade de conexão com a internet. Pra usar a rede wireless, o Zenfone 3 traz a tecnologia Wi-Fi 802.11ac. Essa tecnologia entrega velocidade de até 433Mbps. Além disso, ela permite conectar nas frequências de 2,4GHz e 5GHz.

Na hora de usar a rede de dados, o ZenFone 3 suporta a rede 4G. E ambos os slots são compatíveis com a tecnologia, então vai ser possível utilizar a rede 4G nos dois chips SIM. Mas vale destacar que não ao mesmo tempo, ok? Você pode alternar entre um chip e outro.

Falando nisso, algo que é bom vocês terem em mente, é que se você usar cartão microSD no Zenfone 3, ele vai utilizar um slot do cartão SIM. Então você escolhe entre dois chips SIM ou um SIM e outro microSD.

Na parte de multimídia, o Zenfone 3 traz alto-falante com cinco camadas magnéticas. Esse alto-falante entrega áudio com um volume muito bom e com tons graves e agudos bem equilibrados.

E ele entrega um volume bem alto também. Pra isso, o Zenfone 3 possui um amplificador NPX Smart que dá um impulso de 9 volts pra aumentar o ganho de potência da saída de som. O aumento no volume é de cerca de 400%.

Além disso, a qualidade do som é muito próxima ao original no formato analógico. O alto-falante do Zenfone 3 vem com a tecnologia High Resolution, que entrega qualidade 4 vezes maior que a de um CD. Aí dá pra ouvir o mais fino detalhe da música.

ZenUI 3.0

O ZenFone 3 vem com Android Marshmallow e A interface ZenUI 3.0. Além de manter as várias opções de customização de temas, ela traz algumas novidades em relação à versão anterior. Agora é possível usar uma tela de desbloqueio animada de acordo com a previsão do tempo e o fundo da interface está desfocado pra priorizar algumas informações e apps. Tem também o Game Genie, que é uma ferramenta pra transmitir gameplays ao vivo pelo youtube ou twitch. Ele faz isso de forma muito prática e fácil.

game-genie

Outro aplicativo muito legal que vem com o Zenfone 3 é o Mobile Manager, da ASUS. Com ele é possível escolher perfis de uso de bateria, limpar apps indesejados, limpar a memória e até armazenamento. E um recurso legal, também, é pedir pra ele escanear seu sistema pra indicar algumas configurações que vão melhorar o desempenho do aparelho.

Um recurso já conhecido que também vem com o Zenfone 3 é o ZenMotion, que permite ligar e desligar a tela com dois toques e também usar gestos com a tela desligada como atalho para alguns recursos. É só ativar essa opção nas configurações.

Para abrir a câmera, por exemplo, basta fazer um C na tela. Para fazer uma ligação, um V, entre outros. E esses atalhos podem ser personalizados.

O Zenfone 3 está disponível em versões com 32 ou 64GB de armazenamento e permite a utilização de cartão micro SD de até 2TB. Ele pode ser encontrado na loja online da ASUS nas cores gold, branco e preto safira, que é esse que eu tenho aqui. Pra saber o que vem na caixa do Zenfone 3, confira o nosso unboxing do aparelho.

Comentários

comments

Share this: